comercio

Após terceiro assalto em um mês, comerciante ergue bandeira do Estado Islâmico para ser vigiado pela polícia

O senhor Normando Nunes não aguentava mais. Seu comércio, no Rio de Janeiro, já tinha sido assaltado três vezes apenas no mês de julho.

Sem conseguir apoio das autoridades, o comerciante resolveu tomar uma medida radical: ergueu uma bandeira do Estado Islâmico no meio da quitanda.

— Foi um sucesso, meu filho! Três assaltos só esse mês e ninguém tinha feito nada, mas depois que eu coloquei essa bandeira e comecei a gritar inshallá pelos cantos não para de aparecer policial.

A rua onde fica a loja do seu Nunes, normalmente escura e sem vigilância, passou a contar com uma base permanente da Polícia Federal e está cercada dos dois lados por tanques do Exército. Além disso, as rondas da Polícia Militar tornaram-se rotineiras.

O resultado foi tão positivo que a ideia tem sido adotada pelos comércios vizinhos. A rua, que ficou conhecida como “Faixa de Gaza”, já é considerada a mais segura da cidade e deve inaugurar, em breve, uma estátua comemorativa de Bin Laden.


Veja também

bbb

Governo lança Big Brother Bandido: facções rivais são confinadas na mesma cela e população vai poder acompanhar eliminações ao vivo

Diante das rebeliões que têm tomado conta dos presídios brasileiros nas últimas semanas, o governo …

Não esqueça de curtir também no Facebook:

CLOSE